Os satélites enviados ao espaço podem muito mais do que promover comunicação e medir o clima do planeta. Saiba que eles podem nos dizer muito sobre a economia dos países.

satellite-67718_960_720

Uma empresa japonesa criou um algoritmo que mede a intensidade da iluminação noturna com base em imagens de satélite. Depois, usa essa informação para calcular o crescimento econômico do país, em tempo real. Essa é a meta da startup japonesa Nowcast, sedeada em Tóquio.

Já a partir de fevereiro, a empresa vai começar a fazer estimativas do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos, China, Índia e Taiwan. É a primeira vez que dados de satélites serão usados para prever a economia de um país assim, e em tempo real.

A ideia ainda é comercializar a tecnologia aos investidores para que tenham acesso mais imediato a este tipo de dado, em vez de terem de esperar pelos números oficiais publicados no final de cada trimestre.

Segundo a agência Bloomberg, a empresa garante que os dados recolhidos sobre o Japão na fase de testes mostraram ser mais precisos do que as estimativas dos analistas.